Sagrada Família de Barcelona

A Sagrada Família de Barcelona é a obra mais importante de Antonio Gaudí e o monumento mais visitado de Barcelona. Conheça seus segredos.

Como máximo expoente da arquitetura modernista criada por Gaudí, milhares de turistas visitam a Sagrada Família todos os dias para contemplar o curioso templo, ainda inacabado.

O início da Sagrada Família

A construção começou em 1882 com um estilo neogótico. Um ano depois, o projeto foi colocado nas mãos de Gaudí, que fez um replanejamento completo. Gaudí desenhou um templo excepcional e inovador que inicialmente estaria formado por 18 torres, mas teve tempo apenas de criar uma delas antes da sua morte.

Gaudí faleceu em 1926, deixando inacabado o projeto em que trabalhou nos últimos anos de sua vida, mas, graças aos planos que deixou, seu sonho se torna realidade pouco a pouco graças ao trabalho de outros artistas e ao dinheiro obtido a partir das doações e visitas.

Elementos mais destacados

Embora não esteja terminada, a Sagrada Família é um exuberante templo carregado de simbolismo religioso. Esses são alguns dos pontos mais importantes:

As torres

Até o momento foram construídas 8 das 18 torres desenhadas por Gaudí. O arquiteto decidiu que doze delas seriam dedicadas aos Apóstolos, quatro aos Evangelistas, uma à Virgem Maria e outra a Jesus. Cada uma delas estará dotada de diferente altura em função da hierarquia religiosa que representam.

É possível ter acesso à parte superior de algumas das torres para contemplar a cidade do alto e ver alguns detalhes do exterior do templo a uma curta distância.

As fachadas

A basílica tem 3 simbólicas fachadas: 

  • Fachada do Nascimento: Dedicada ao nascimento de Cristo, trata-se de uma fachada profusamente decorada e cheia de vida. 
  •  Fachada da Paixão: Um pouco mais austera e simples que as outras, reflete o sofrimento de Jesus durante a Crucificação.
  • Fachada da Glória: A fachada principal, muito maior e mais monumental que o resto, representará a morte, o Juízo Final, a Glória e o inferno. Consciente de que não teria tempo para construí-la, Gaudí deixou prontos os rascunhos para que seus sucessores pudessem finalizar o trabalho. 

O interior

Para desenhar o interior, Gaudí se inspirou nas formas da natureza, criando colunas com forma de tronco de árvore que transforam o interior do templo em um enorme bosque de pedra

Quando terminará a construção do templo?

É muito comum a pergunta sobre quando terminará a Sagrada Família de Barcelona, e é uma questão muito difícil de responder. Desde o seu início, em 1882, foi um templo expiatório, ou seja, construído a partir de doações. É por isso que a data de término da Sagrada Família poderia estar ainda bastante longe.

Visita guiada

Para conhecer a fundo a Sagrada Família, nada melhor que contratar nossa visita guiada em inglês e espanhol. Você desfrutará de uma hora e meia de passeio acompanhado de um guia apaixonado por Barcelona e ainda vai furar as intermináveis filas. Você também pode reservar a visita com a subida às torres.

O símbolo da cidade

A Basílica da Sagrada Família se tornou o símbolo de Barcelona e sua visita é imprescindível. Como sempre costuma haver muita fila para visitá-la, você pode comprar os ingressos online para não perder tempo. 

Horário

De novembro a fevereiro, das 9:00 às 18:00 horas.
Março, das 09:00 às 19:00 horas.
De abril a setembro, das 9:00 às 20:00 horas.
Outubro, das 9:00 às 19:00 horas.
Dias 25 e 26 de dezembro, e 01 e 06 de janeiro, das 9:00 às 14:00 horas.

Preço

Adultos: 15€ (Com áudio-guia 19,50€).
Menores de 11 anos: entrada gratuita.
Estudantes e menores de 30 anos: 13€.
Aposentados: 11€.

Transporte

Metrô: Sagrada Familia, linhas 2 e 5.
Ônibus: Temple Expiatori de La Sagrada Familia, linhas 19, 33, 34, 43, 44, 50 e 51, B20 e B24.